Posts taggeados em: aluguel





16 de junho de 2016

Startup cria ferramenta que ajuda a calcular o preço do aluguel

Que tal poder calcular o preço do aluguel de forma rápida e fácil antes de alugar o imóvel? Uma startup desenvolveu uma ferramenta em seu site para ajudar o dono de um imóvel a chegar em um preço justo para o futuro inquilino.

O funcionamento é bem simples: a partir do preenchimento de 10 questões rápidas sobre o imóvel, como o número de banheiros e área total, um algoritmo com inteligência artificial cruza características de todas as residências que já passaram pelo site da empresa. Usando o valor aplicado em contrato e métodos estatísticos a calculadora estabelece um preço médio adequado. Quanto mais imóveis são cadastrados no site, mais preciso é o cálculo.

A atual versão funciona apenas para apartamentos residenciais em São Paulo e na região de Campinas. E a proposta é uma superajuda, uma vez que, sabendo o valor médio do aluguel, fica mais fácil para o proprietário fechar negócio. A informação também é útil para os possíveis inquilinos, que saberão os valores estimados dos imóveis e o que esperar das negociações. A grande vantagem é que iniciativas como essa beneficiam o mercado imobiliário: os contratos são fechados com facilidade, rapidez e conforto, economizando o tempo dos clientes e do corretor.





27 de novembro de 2014

Aluguel de apartamento nas férias: vale a pena?

Até pouco tempo atrás era uma aventura alugar um apartamento ou casa para passar as férias. Hoje em dia, com tanta tecnologia, ficou muito mais fácil conseguir alugar apartamentos no Brasil ou no exterior, seja para períodos longos ou curtos. Diversas agências, como, por exemplo, AirBnb, Windu e LocalNomad, trabalham com locação de apartamentos (e casas) em diversas cidades do mundo inteiro. Esses sites têm diversas fotos dos imóveis disponíveis, além de comentários e avaliações de quem já se hospedou por lá. Assim, a chance de entrar numa fria diminui bastante.

Vantagens:

Custo-benefício: o bolso agradece

O preço, em geral, é um grande atrativo dos aluguéis por temporada em viagens. É óbvio que os preços do aluguéis dependem de vários fatores (cidade, localização, época do ano, qualidade do imóvel), mas, na maioria das vezes, alugar um apartamento fica mais em conta do que se hospedar em um hotel de categoria mediana.

Olha o espaço!

Se você é daqueles que sofre por conta daqueles quartos apertados de hotéis, onde quase não tem espaço para andar ou guardar as malas, alugar um apartamento pode ser uma boa opção.

Em geral, os apartamentos são mais espaçosos porque, além do quarto e banheiro, costumam ter cozinha, sala e, se der sorte, até varanda com uma bela vista.

Desvantagens:

Nada de mordomia

Lembre-se que você não está em um hotel. Então, se você não arrumar a casa, a casa continuará bangunçada no final do dia. Por isso, vá preparado para fazer tarefas cotidianas do dia-a-dia, como, por exemplo, tirar o lixo.

E lembre-se que, mesmo as tarefas aparentemente simples, podem não ser tão simples assim. No exterior, em geral, há dia e horário específico para a coleta do lixo, local específico para deixar o lixo e forma específica de armazenamento, em razão da coleta seletiva. Se o anfitrião não deixar essas informações explicadas no “manual da casa”, comum em alguns apartamentos, é você mesmo que terá que descobrir como fazer.

Front desk, concierge: cadê você?

Como não há serviço de recepção ou de concierge, você terá que se virar. Não haverá um recepcionista para te entregar um mapa, fazer a reserva de um restaurante, ou mesmo chamar um táxi.

Muitos anfitrões, por uma questão de gentileza, fornecem mapas e deixam anotadas indicações de restaurantes interessantes localizados próximos ao apartamento. Mas tem que ter sorte para encontrar um anfitrão assim.

A hora do check in/check out

Como não tem recepção, é você que terá que combinar com o anfitrião para receber e devolver as chaves do apartamento.

Gosto (e cultura) não se discute…

Enquanto nos hotéis a decoração é quase sempre impessoal, nos apartamento de temporada a decoração, é quase sempre bem pessoal. Muitas vezes há objetos pessoais, como livros e roupas do anfitrião, no imóvel.

E, como cada um tem um gosto e uma cultura diferente, vá com a mente aberta.

 

Fonte: http://www.nosnomundo.com.br/





4 de setembro de 2014

Os bairros do Rio de Janeiro e seus aluguéis

Os aluguéis no Rio de Janeiro, assim como em São Paulo, estão ficando mais baratos no último ano, com uma alta de menos de 4%, segundo a pesquisa mensal de preços do Sindicato da Habitação (Secovi Rio), referente a agosto.

Apesar do boom anterior nos preços de bairros nobres, agora aqueles mais afastados subiram dois dígitos, como foi o caso de Jacarepaguá, com 14,96%, e Meier, com 18,56%. Isso se deve muito ao fato de que os locatários começaram a criar maior demanda nestas regiões.

Dos bairros pesquisados acerca do valor do aluguel, o que segura o primeiro lugar com maior preço médio é Ipanema, marcando R$ 76,55 por m2. O segundo lugar fica com Leblon, com preço médio de R$ 72,45/m2, seguido pela Lagoa, com R$ 56,06/m2, e a Gávea, com R$ 58,62/m2. O quinto lugar foi do Jardim Botânico, com média de R$ 53,08 por m2.

Ficou interessado? Conheça a Fernandez Mera Imóveis Prontos! É a maneira mais fácil de você vender ou alugar o seu imóvel.

 

Fonte: Exame





31 de outubro de 2011

Imóveis prontos | Venda ou alugue o seu imóvel

Agora é a hora de vender ou alugar o seu imóvel.

Com 28 anos de tradição na área, a única eleita por 3 vezes consecutivas, a melhor imobiliária de São Paulo e uma equipe de profissionais altamente qualificada no segmento, há muitas vantagens em vender ou alugar o seu imóvel com a Fernandez Mera. A começar por uma ampla divulgação do seu imóvel sem custo algum, sendo divulgado em jornais, revistas, e-mail marketing, sites parceiros e muitos outros meios de comunicação.

Além disso, com a Fernandez Mera você terá todo o acompanhamento, consultoria e visitas pré-agendadas com segurança e comodidade e um ótimo atendimento de nossos corretores especializados. Também possuímos uma seleção de compradores para que você tenha certeza nas decisões que tomar, além de todo o suporte jurídico até a assinatura do contrato.

Deixe seu imóvel nas mãos de quem entende e em pouco tempo tenha certeza que fecharemos um ótimo negócio. Conheça o nosso site – fmeraprontos.com.br





30 de maio de 2011

Estudantes brasileiros desenvolvem projeto para aluguel de imóveis via Google

Mais uma boa ideia promete revolucionar o mercado imobiliário. É o “Google Rent”. Um serviço desenvolvido por dois estudantes brasileiros que usa as funcionalidades do Street View, do Google, para divulgação de locais para alugar ou comprar.

Funciona da seguinte maneira: se uma pessoa quer colocar um apartamento para alugar, ela “linka” a oferta com auxílio do Google Maps e quando algum interessado naquela região fizer uma busca pelo “Rent”, vai receber justamente o tal apartamento como resultado. As buscas ainda podem ser feitas de acordo com as características desejadas pelo futuro inquilino. O sistema também vale para compra e venda de imóveis.

Segundo o estudante Gabriel Kolisch, de 21 anos, um dos idealizadores do projeto,  a ideia foi pensada e aprimorada de acordo com a dificuldade que as pessoas encontram na hora de procurar um imóvel e, também, com as necessidades que ainda não são atendidas por construtoras, corretores e o mercado imobiliário.

Ainda segundo Kolisch, o “Rent” proporciona aos interessados em alugar ou comprar  um imóvel, a possibilidade de ter mais informações sobre os lugares-alvo, ao mesmo tempo em que dá mais visibilidade para as ofertas.

Existe a possibilidade de publicar fotos e detalhes sobre o imóvel, como já existe em vários sites imobiliários, mas sempre que você procura em algum deles, acaba entrando justamente no Google Maps para descobrir como é a vizinhança, o que você acha da rua, do bairro, a cara do prédio, da fachada, tudo. E isso é importante, afinal de contas, é a sua casa e ela tem que ser perfeita para você.

Gabriel desenvolveu a ideia do “Rent” juntamente com sua colega de faculdade, Isabella Pipitone. Os dois cursam o sétimo semestre da ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing), em São Paulo.

Depois da repercussão, os dois foram instruídos pelos professores a falar direto com o Google, mas ainda não obtiveram resposta. Empresas brasileiras se interessaram pela ideia, mas também não há nada fechado por enquanto.

O “Rent” surge como oportunidade para construtoras e imobiliárias que buscam a interatividade como arma para atrair consumidores. E é bom que o mercado imobiliário fique atento, pois este serviço é um chamariz para novos negócios. No entanto, nada substitui uma visita presencial. Por mais que a internet facilite o processo, pelo menos a médio prazo, o digital não compromete o ponto de venda. É sempre importante que o consumidor vá até o local conferir o que viu virtualmente.

Fonte: AdNews.com.br