Posts taggeados em: apartamentos





27 de outubro de 2017

5 dicas para decorar apartamentos pequenos

Morar em um ambiente compacto não significa ter opções reduzidas para decoração. Algumas dicas podem ser úteis para otimizar os espaços. Confira:

Dica 1 - Circulação

Antes de comprar os móveis que deseja, pense na circulação do local. Muita gente acaba por comprar e depois vê que não há espaço suficiente.

Dica 2 - Marcenaria sob medida

Para não correr riscos, prefira móveis sob medida.

Dica 3 – Móveis funcionais

Se tiver a opção, escolha móveis que tenham duas funções, como por exemplo, um pufe redondo na sala, que pode servir como apoio para os pés ou assento.

Dica 4 - Não rebaixe o forro

Se o seu imóvel tem o pé-direito mais baixo, é indicado não rebaixar o forro de gesso. Isso pode causar a impressão de o espaço ser ainda menor.

Dica 5 – Revestimento no piso

Utilize apenas um tipo. Isso causará sensação visual de maior amplitude no ambiente.





23 de outubro de 2013

Você sabe o que são os apartamentos garden?

Foi-se a época em que apartamentos térreos eram deixados de lado por terem uma planta reduzida ou ficarem muito próximos às áreas comuns – o que, inevitavelmente, significa muito mais barulho. Hoje, graças à evolução da arquitetura, alguns destes apartamentos ganharam algo que, até então, apenas casas possuíam: um quintal.

Conhecido como garden, este tipo de apartamento é muito procurado por perfis específicos de moradores e, geralmente, chamam a atenção de famílias que possuem animais de estimação ou que gostam de ambientes ao ar livre. Afinal, todo mundo gostaria de unir o grande espaço de uma casa com a segurança e infraestrutura de um edifício, não é mesmo?

Os apartamentos garden normalmente possuem preço superior ao de uma unidade normal no mesmo edifício, já que o terraço soma-se à área privativa do imóvel. Claro que, em relação a coberturas, por exemplo, que possuem uma área maior, o valor ainda é mais baixo.

Na realidade, possuir um apartamento garden é como ter um espaço de lazer particular dentro de um edifício. Afinal, ideias é que não faltam para utilizar bem este quintal. Você pode fazer um jardim, colocar um ofurô ou até mesmo uma piscina. Ter sua própria horta em casa também não é uma má ideia. Todos irão adorar!

 

Fonte: Ig Arquitetura





13 de agosto de 2013

Forest Jundiaí – Uma ótima opção para morar em Jundiaí

Que tal morar em um pedacinho do paraíso, pertinho de São Paulo, mas com muito mais qualidade de vida, longe do trânsito e da poluição?

Conheça o Forest Jundiaí, o único condomínio fechado com mais de 15.000m² de mata exclusiva, ao lado da Avenida Jundiaí.

São apartamentos de 2 a 4 dormitórios e de 63m² a 109m² privativos, todos com suíte e terraço gourmet. Além disso, o condomínio possuí mais de 30 itens de lazer.

Não deixe de visitar o decorado! Clique aqui e saiba mais sobre o imóvel.





29 de julho de 2013

Conjugado, quitinete, loft, estúdio ou flat?

Na hora de procurar um imóvel e percorrer a saga dos anúncios, apartamentos pequenos quase sempre ganham algum desses quatro apelidos: conjugado, quitinete, loft , estúdio ou flat.

Certamente, já nos referimos a um deles pensando ser outro ou chamamos qualquer apartamento pequeno e básico de quitinete. Se o espaço for sofisticado, porém, já ganha o nome de loft. Para desvendar de uma vez por todas essa confusão, conversamos com a arquiteta Marise Kessel e selecionamos as fotos abaixo que explicam direitinho o perfil de cada apê.

Conjugado = Kitchenette (do inglês, “cozinha pequena”)

Um é sinônimo do outro. Com até 50 m², esse tipo de apartamento tem sala conjugada ao quarto, uma área para a cozinha e o banheiro separado por parede ou divisória. “Normalmente esses apês são tidos como mais simples, porque o nome quitinete (no bom português) passa a ideia de um lugar modesto. Mas o nome tem a ver com tamanho mesmo”, explica Marise Kessel.

Estúdio ≠ Loft

A diferença entre os dois costuma ser de tamanho, apenas. “O conceito de estúdio saiu da ideia de loft que, por sua vez, surgiu a partir de antigos armazéns dos Estados Unidos. São apartamentos sem paredes, onde tudo é integrado – com exceção do banheiro – e a área é maior que 50m². Em geral, o estúdio é a mesma coisa, porém menor e mais compacto. Ambos tem um estilo mais moderninho, industrial e prático”, explica a arquiteta.

Flat = Apart-hotel

Se no prédio onde você mora são oferecidos serviços de hotelaria, como arrumação, lanchonete e lavanderia, então você mora em um flat. Esse tipo de apê costuma ser compacto, como um quarto de hotel maiorzinho, e contar com serviços práticos para quem pode pagar por essas vantagens. Em um prédio de flats, os apartamentos podem até receber hóspedes, em vez de moradores. Curte a ideia?

Fonte: http://gnt.globo.com/

 

Gostaria de morar em um studio? Então conheça o ADD Vila Mariana! O empreendimento possui studios com até 41 m² e área de lazer com sala fitness, piscina e salão de festas! Clique aqui e saiba mais.





27 de julho de 2013

Horta em apartamentos: agora é possível!

Agora não tem mais desculpa para quem quer cultivar plantas em seu apartamento. Uma ótima invenção mostra como ter uma horta em locais  pequenos.

A ideia foi da dupla francesa Nicolas Barreau e Jules Charbonnet que criaram o sistema Volet Vegetal, onde a horta fica do lado de fora da janela. E quando anoitecer, basta recolher a estrutura e fechar a janela.

O projeto de Barreau e Charbonnet foi finalista de um concurso de design na França, e agora buscam recursos para produzir esse sistema em grande escala.

Fonte: http://www.criatives.com.br/