Posts taggeados em: Colunistas





8 de agosto de 2012

Como cuidar das plantas em períodos frios

Com a chegada do inverno, as plantas precisam de um tratamento diferente do que recebem nas estações quentes. Esse é um período em que muitas entram em dormência para voltarem com força total na primavera. É preciso ter alguns cuidados para que nossas plantas cheguem saudáveis na primavera.

A seguir seguem algumas dicas:

-       Diminuir a quantidade de água nas regas já que o frio reduz a evaporação – O excesso de água em dias frios pode até levar a planta a morte, devido ao apodrecimento das raízes e aparecimento de fungos.  Mas não podemos ser radicais e diminuir essas regas drasticamente, já que o clima é geralmente mais seco. A quantidade de água diminui assim como a frequência que pode ser de 2 a 3 vezes por semana. Se ficar na dúvida, uma dica legal é tocar a terra com seu dedo antes da rega para sentir a umidade. Se a terra ainda estiver úmida,  não precisa de água. Se estiver seca, regue com moderação;

-       Criar uma cobertura fortificante no gramado, canteiros e vasos – Podemos cobrí-los com folhas e galhos secos, repondo assim a matéria orgânica, melhorando a textura e fertiidade da terra.  Essa técnica também servirá de isolante térmico, protegendo as plantas das baixas temperaturas;

-       Fazer a revisão dos vasos, tirando folhas e galhos secos – devemos sempre remover os galhos secos, doentes e mal formados para que a planta se revigore e ganhe força para crescer mais saudável. Desta forma, a planta também irá receber mais luz solar por toda superfície;

-       Eliminar pragas e doenças – A maioria das pragas reduz sua proliferação durante o inverno. Sendo assim, esse é um ótimo momento para controlá-las de maneira eficiente. Use produtos orgânicos de preferência e se tiver dúvida em relação a produtos químicos como fungicidas e remédios, entre em contato com um professional;

-       Adubação – Só adube plantas que estão em crescimento, floração e frutificação. Dê sempre preferência a produtos orgânicos como farinha de osso, esterco curtido e humus de minhoca, pois eles tem liberação mais lenta do que os químicos. Não adobe as plantas que estiverem no período de dormência, elas vão precisar de descanso.

Mas essa estação fria também traz flores lindas e resistentes as baixas temperaturas que atingem seu esplendor nos períodos frios, deixando as paisagens mais coloridas e bonitas.

Segue abaixo algumas espécies que florescem no inverno:

-  Azaléia (Rhododendron indicum) – O inverno é o clima propício para a floração. Ela produz flores em várias colorações: brancas, vermelhas, róseas ou mescladas. Deve ser cultivada a pleno sol, em solo composto de terra de jardim e terra vegetal, com regas regulares As azaléias podem ser podadas após o seu florescimento;

-  Cerejeira (Prunus serrulata) – É a árvore símbolo do Japão, é uma árvore de beleza incomparável com  flores de cor branca ou em diversas tonalidades de rosa que desabrocham no fim do inverno e primavera. Deve ser cultivada sob sol pleno ou meia-sombra, em solo fértil, neutro, bem drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente.

- Primavera (Bougainvillea glabra) – Trepadeira de florescimento abundante e espetacular, É plantada como arbusto, arvoreta, cerca-viva ou conduzida como trepadeira enfeitando pergolas e caramanchões.  Deve ser cultivada em solo fertile, sempre a pleno sol e é resistente a geadas.

- Manacá-da-serra (Tibouchina mutabilis) – Árvore nativa brasileira da mata atlântica, a espécie impressiona por seu florescimento espetacular. É uma excelente opção para o paisagismo urbano, pois não apresenta raízes agressivas, permitindo seu plantio em diversos espaços, como em calçadas. Deve ser cultivado sob sol pleno, em solo fértil, drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado periodicamente.

- Orquídea Cimbídio (Cymbidium spp) – Uma das poucas orquídeas terrestres, é muito popular no Brasil devido à sua rusticidade e beleza. Apresenta flores de diversas cores, entre o amarelo, o rosa, o vinho, o branco, e combinações. É cultivada em vasos com substrato preparado, com areia e terra vegetal, bem drenado, em locais protegidos, como estufas e orquidários telados, irrigados regularmente.

- Jasmim-dos-poetas (Jasminum polyanthum) – De crescimento rápido, a trepadeira é conhecida pelo perfume de suas flores, rosadas por fora e brancas internamente. Deve ser cultivada sob sol pleno, em solo fértil, drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado a intervalos regulares.

Paisagista: Tanja Ruppert (Green Grün – Paisagismo e Interiores)
Fone: 11 8383-0609
E-mail: tanja@greengrun.com.br
Site: www.greengrun.com.br
Clique aqui e acesse a página no Facebook





24 de julho de 2012

Que frio é esse?

Todo ano sempre a mesma coisa: vidros fechados, para nenhum ar frio entrar, portas fechadas, todo mundo de pijama no meio da sala. A cena é feia mas podemos transformá-la e até criar um ar de Estação de Inverno no nosso terraço ou jardim.  Vamos usar mantas quentinhas, mini cobertores e peseiras, buscar na cozinha canecas para um chocolate quente e se jogar no sofá!  Se você mora em um apartamento, estique o retrátil, chame os amigos e coloque um filme.

Primeira dica: Sempre deixe as mantas no braço do sofá, semidobradas, ou mesmo sobre uma banqueta lateral enroladinhas tipo “tubo”.  As mais recomendadas são as de lã merino, as italianas de cores discretas e as de soft. Tome cuidado para usar uma cor próxima ao tecido do sofá para que o mesmo não fique coberto de pelo coloridos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fontes de calor

 

A Salamandra é feita de ferro fundido, onde no seu interior as brasas aquecem o ambiente. Tem saída para chaminé na parte traseira, portanto necessita de uma janela próxima para ventilação

 

 

 

 

 

 

 

Para os sortudos que tiverem um jardim ou terraço, dá para fazer um gostoso    fondue com mantinhas individuais  colocadas nas cadeiras dos convidados.  Comidinhas gostosas, pães quentinhos. Para o sofá leve uma peseira de cama e se enrole.  Peseira é aquela manta no formato de um cachecol gigante colocada nos pés da cama. Pronto, hora de chamar os amigos!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

As velas sempre aquecem o ambiente, mas a fonte de calor aqui vem em tachos de cobre com lenha queimando. Improviso que funciona.

 

Lu Lima - Projeto Festa Interiores (www.projetofesta.wodpress.com)

Créditos:

Ambientação do Jardim – Projeto Festa
Mantas – Mundo do Enxoval
Mesa de Fondue – Addad e Franco
Mesa doce – Giuliana Cupini
Lanternas – Yara Velas e Projeto Festa
Flores – Flavio Xavier





26 de junho de 2012

Ajuda extra na mudança


Você sabia que existem profissionais que podem te ajudar com a mudança residencial para que você  fique livre para cuidar de outras coisas ou mesmo continuar trabalhando e não precisar pedir dispensa por esse motivo? Ao contar com ajuda especializada, você terá mais segurança que tudo sairá como previsto.

Estes profissionais tem expertise para a coordenação de sua mudança, fazendo a contratação da transportadora correta, agendando horários nos prédios, pedindo autorização para a mudança, acompanhando os profissionais que farão o empacotamento de suas coisas, etiquetando e direcionando onde serão colocados as caixas e os móveis, contratando pessoal de limpeza e até mesmo organizando tudo na nova casa. Agora fique tranquilo e planeje corretamente a sua tão sonhada mudança!

Dani Ferreira Assessoria Pessoal -  www.dani-ferreira.com





6 de junho de 2012

E fez-se o preto!

Vontade não falta na hora de pintar a parede de preto.  Mas depois de 5 minutos vem aquele medo que o ambiente fique escuro, pareça menor do que é, e aí pronto tudo desfeito e a parede vira off white. O preto pode entrar na sua casa de diversas formas e não só como tinta na parede. Essa aliás, se for sua escolha, deve ser semi brilho, que além de ser mais resistente dá  um toque leve de luz incidente e ajuda em muito na hora da limpeza evitando marcas de pano. Outra dica é que a parede preta de preferência deve estar longe de passagens, corredores, e corrimãos assim, aquelas marcas podem ser mais facilmente evitadas.

Se mesmo assim sua opção for o preto fosco, lembre-se que ele pode valorizar quadros coloridos, obras de arte e mobiliário moderno, e o acabamento pode ser em chapisco, massa grossa ou massa fina, todos com efeitos maravilhosos.

 

A mesma parede preta vem em forma de persiana no projeto de um Home Office da Casa Cor Paraná 2010. Opção bacana para quem quer usar o preto somente em certas horas do dia.

Não vamos esquecer também do velho e bom papel de parede que pode ser totalmente preto, com arabescos, geometrias, pedraria e até mesmo imitando couro como este do lavabo aqui da minha casa!

São tantas as opções que uma parede preta pode ter que vai ser difícil escolher qual acabamento usar! Tijolo aparente pintado de preto, palhinha indiana, tecido, tudo vale muito a pena para termos um ambiente sofisticado, sóbrio, elegante.

Para finalizar um projeto espetacular em mosaico basaltico preto( pedra ferro) da Arquiteta Marcia Batistelli, mostrando que é permitido usar o preto até em pequenos ambientes, sem termos a impressão que a área tornou-se menor.

Lu Lima - Projeto Festa Interiores (www.projetofesta.wodpress.com)





29 de maio de 2012

Saiba como foi o Salão Internacional do Móvel de Milão

A Itália tem uma tradição enorme em termos de design, seja nos carros, roupas, móveis ou qualquer outra peça. Isso se deve ao investimento na experimentação e na valorização do designer como profissional. No final do mês de abril, foi realizado o Salão Internacional do Móvel de Milão 2012 (www.isaloni.it), considerado o evento mais importante do segmento de decoração.

Diversos produtos foram espalhados em 24 pavilhões, onde era possível ver as novidades e tendências de marcas famosas como Poliform, Flexform, Minotti, Moroso e Vitra. Além disso, a cidade de Milão se transformou em uma grande mostra, com algumas marcas expondo no chamado Fueri Saloni (www.fuorisalone.it/), evento paralelo nas ruas da cidade.

Tudo foi muito organizado, com muita informação. Podíamos ver desde marcas renomadas até as experimentações dos novos designers. Carros também foram lançados neste período e ficaram a mostra pela cidade como se fossem esculturas.

Em termos de tendência do Salão:

*Vimos que a tendência deste ano é o uso pontual da cor. Colocar um pouco mais de cor em um detalhes ou em um mobiliário, destacando a peça.

* Observamos a preocupação de trazer o verde (vasos e paredes com plantas e flores) para dentro dos ambientes.

* Existe a questão do uso, e não apenas da estética. Os designers focaram num design mais prático, pensando na durabilidade e no uso cotidiano.

*Os locais mais bonitos da feira foram os pavilhões 5 e 7, onde encontrávamos as marcas Flexform, Poliform, Minotte. São as marcas que eu mais gosto: tanto pelo design e pela qualidade.

* Outra tendência é a utilização de vidros nas portas (com recortes) e as transparências nas estantes.

Marília Brunetti de Campos Veiga é decoradora de interiores - www.mariliaveiga.com.br .