Posts taggeados em: construção





9 de maio de 2017

Paramount Ibirapuera inicia as obras

O Paramount Ibirapuera inicia suas obras. Garanta esta oportunidade exclusiva de viver com alto padrão das grifes R. Yazbek e Rofer. O empreendimento possui apartamentos de 197m² com 2 ou 3 suítes, 3 ou 4 vagas e depósito privativo.

O condomínio conta com lazer completo, incluindo: fitness, piscina e salão de festas gourmet. Além de tudo isso, o Paramount Ibirapuera está a poucos metros do Parque do Ibirapuera. Para saber mais, liguei (11) 3066-1005 ou acesse: http://www.fernandezmera.com.br/sao-paulo/sao-paulo/paraiso/lancamento/apartamento/paramount-ibirapuera

 




19 de setembro de 2014

Conheça as variedades de materiais sustentáveis para construir uma casa

Num mundo onde existem diversas maneiras de ser sustentável, a construção de casas não poderia passar despercebida. Cada vez mais elas estão voltando a ser tendência, com uma grande variedade de tamanhos e formas, feitas com materiais que não impactam o meio ambiente, sempre com a preocupação sobre a origem e a quantidade existente dos mesmos.

Um exemplo do citado acima é o cob. Ele é composto de terra, areia e palha, é à prova de fogo, resistente às atividades sísmicas e tem custo quase nulo. Essa técnica de construção é usada há milênios e em todos os tipos de clima. Outro que oferece superresistência climática e é utilizado há muito tempo são as pedras. O custo é baixo, deixa a aparência bonita e ainda o elemento é abundante no planeta.

 

Falando em antiguidades, o adobe também é um dos materiais mais antigos do mundo, composto por terra crua, água, palha e, algumas vezes, por fibras naturais moldadas em forma artesanal. Ele é um excelente isolante térmico – suportando altas temperaturas e mantendo o interior da casa bastante fresco – e também possui custo baixo. No Brasil, podemos encontrar alguns exemplos nas regiões Norte e Nordeste.

O bambu é considerado, atualmente, um dos materiais mais sustentáveis do mundo. Além disso, essa planta tropical é renovável e abundante, e também resistente, flexível e com qualidades múltiplas pra construtores e moradores. Os materiais reaproveitáveis também fazem parte de projetos sustentáveis, e há opções de madeiras, concretos, tijolos e vidros, além de portas e outros objetos válidos para ter uma estrutura segura.

E você, qual você escolheria pra construir seu imóvel?

 

Fonte: Hypeness 





26 de novembro de 2013

Planeje uma reforma em casa sem estourar o orçamento

Fonte: Banco de Imagens

Como em qualquer decisão, fazer uma reforma em casa também requer planejamento. Afinal, o que menos queremos é ter um monte de dívida depois que tudo estiver pronto, não é mesmo? A Exame, da Editora Abril, deu algumas dicas para planejar uma reforma sem estourar o orçamento, olha só:

 

Defina o que você quer mudar

Pode parecer besteira, mas muitas pessoas apenas têm uma ideia pequena daquilo que querem reformar em casa e já começam a comprar as tintas e outros materiais. Por isso, antes de qualquer coisa, é importante que você reflita com calma sobre o que será feito. Não se esqueça de procurar referências e selecionar exatamente o que irá mudar e que tipo de material será utilizado, por exemplo, para não evitar mudanças de última hora.

 

Consulte um profissional

Se a reforma que você quer fazer em casa não é muito simples, consultar um engenheiro ou um arquiteto é muitíssimo recomendado. Além de auxiliar com o planejamento da obra, ajudando a definir custos, prazos e execução, estes profissionais podem dar dicas e orientações que evitem que a reforma comprometa o restante do imóvel ou que acabe desvalorizando o local futuramente.

 

Pesquise os custos dos materiais e da mão de obra

O planejamento da reforma deve incluir a pesquisa sobre os custos dos materiais e da mão de obra. Neste caso, não hesite em utilizar a internet e também visite lojas de materiais de construção para verificar os preços. Só a partir daí pense em realizar a compra dos materiais para não acabar comprando itens que só serão utilizados dali a muitos meses. Muitas pessoas compram uma tinta antes do tempo, por exemplo, por estar em promoção, e aí acaba faltando verba para outra coisa mais urgente dentro do cronograma.

 

Avalie quanto da sua renda será comprometida com a obra

Uma reforma grande pode custar o equivalente a um novo imóvel. Então, nunca se esqueça de definir quanto da sua renda mensal será destinada à reforma. Os especialistas recomendam que todas as dívidas somadas nunca ultrapassem mais de um terço daquilo que você ganha. Então, uma boa ideia é fazer uma poupança antes de realizar a reforma para que não haja aperto financeiro durante este período.

 

Fonte: Exame





14 de março de 2012

Casa se equilibra sobre fábrica

O casal  Bob e Kim Zielinski – donos de uma fábrica de vidro na cidade de Pittsburgh, EUA – decidiu construir uma casa diferente e mais próxima ao trabalho. Feita no telhado da empresa, a morada se projeta sobre a avenida vizinha, chegando a fazer sombra na linha do trem que passa ali ao lado. Para completar, oferece uma vista panorâmica para a cidade, conhecida por sua tradição industrial.

Para conseguir construir uma casa tão ousada, o casal contatou diversos arquitetos, até chegar a Eric Fisher. O americano propôs uma ousada solução de estrutura em cantiléver – nome que se dá às vigas que se projetam para fora, sustentadas apenas em uma das extremidades, criando o que os arquitetos chamam de balanço. Neste caso, um enorme balanço.

A obra nada convencional demorou três anos para ficar pronta, e precisou até de uma equipe especializada na construção pontes, acostumada a estruturar esse tipo de edificação. O resultado é um  volume suspenso de 16 metros de comprimento, que abriga quarto, salas e a cozinha aberta. Da extremidade do balanço, o enorme plano de vidro da sala de estar emoldura a paisagem formada pelo rio, pontes e trilhos de trem.

Fonte: Casa Vogue

 





13 de março de 2012

Rio+20 terá apresentação de projeto de construção sustentável

A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic) e o Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (Cebds) deverão  concluir em breve o projeto Construção Sustentável, para ser apresentado na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, em junho, no Rio de Janeiro.

Com o apoio da Organização das Nações Unidas (ONU), Organização Mundial do Trabalho (OIT) e de bancos multilaterais, o projeto de mudança completa do setor da construção no Brasil vem sendo estudado há cerca de três anos, com foco na integração entre as áreas de sustentabilidade e inovação tecnológica.

O projeto engloba um conjunto de ações que visa à sustentabilidade do setor em todos os sentidos,  implicando a substituição de materiais na industrialização e semi-industrialização. A substituição de materiais vai racionalizar a construção e diminuir perdas. Equipamentos modernos, que emitem menos carbono, também devem ser utilizados.

A construção sustentável trará benefícios para o planeta, que já enfrenta problemas de alteração do clima, devido à emissão de gases poluentes. De acordo com pesquisa do Conselho Empresarial Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (WBCSD, a sigla em inglês), o setor da construção civil responde por 40% da energia consumida em todo o mundo e por 35% das emissões de carbono.

O projeto representará ganhos em termos de vida útil de uma construção, estimada em 50 anos.  Além disso, o planejamento de uma construção sustentável visa a preservação da natureza para as gerações futuras. Para que o Brasil consiga executar o projeto de construções sustentáveis, terá que vencer desafios como a reformulação dos modelos, de materiais e do próprio processo de construir.

Fonte: Jornal do Brasil