Posts taggeados em: sustentabilidade





5 de junho de 2016

Preserve o meio ambiente

O conceito de sustentabilidade está muito mais presente entre nós ultimamente, seja pela falta de água, pela seca ou pela conscientização de que devemos deixar este mundo um pouquinho melhor para as próximas gerações.

Mas como aplicar a sustentabilidade em casa? A atitude tem que nascer de cada um. Basta que as pessoas entendam que pequenas ações podem fazer uma grande diferença em conjunto. Banhos mais rápidos, fechar a torneira ao escovar os dentes, reutilizar a água de máquinas de lavar para limpar quintais e garagens, reciclar o lixo, não jogar óleo de cozinha na pia. São pequenas atitudes do dia a dia, que se feitas por muitas pessoas podem gerar um resultado enorme para o meio ambiente.

A palavra de ordem atual é conscientização e coletivo. Pensando nos outros e no todo, cada um terá seu conforto individual. Vamos plantar hoje para colher amanhã?

 





22 de outubro de 2014

Escultura que parece árvore gera água potável a comunidades

Inspirado pela forma exuberante da Warka (uma frondosa figueira nativa da Etiópia), o artista italiano Arturo Vittori criou uma imensa estrutura que produz água através da condensação do vapor.

Chamada de WarkaWater Tower, a escultura é feita com hastes de bambu e junco entrelaçadas, que formam a base da torre. No interior, uma malha de plástico de fibras de nylon e polipropileno funciona como microtúneis ou poros para a condensação. A medida que as gotas de água se formam, elas fluem através da malha e se depositam no recipiente na base da torre.

A WarkaWater Tower consegue fornecer quase 100 litros de água potável por dia. A ideia de Vittori é que pelo menos duas torres sejam instaladas em vilarejos da Etiópia em 2015. Segundo estudo das Nações Unidas, o país é o que tem a menor disponibilidade de água no mundo e a de pior qualidade.

A WarkaWater Tower leva em média uma semana para ser construída por um grupo de quatro pessoas. O artista italiano acredita que as torres possam ser feitas pelas próprias comunidades, com material disponível localmente, tornando este um projeto sustentável e de longo prazo.

 

Fonte: http://exame.abril.com.br/





8 de outubro de 2014

Sustentabilidade: como aplicá-la em casa?

 

 

O conceito de sustentabilidade está muito mais presente entre nós ultimamente, seja pela falta de água, pela seca ou pela conscientização de que devemos deixar este mundo um pouquinho melhor para as próximas gerações.

Mas como aplicar a sustentabilidade em casa? A atitude tem que nascer de cada um. Basta que as pessoas entendam que pequenas ações podem fazer uma grande diferença em conjunto. Banhos mais rápidos, fechar a torneira ao escovar os dentes, reutilizar a água de máquinas de lavar para limpar quintais e garagens, reciclar o lixo, não jogar óleo de cozinha na pia. São pequenas atitudes do dia a dia, que se feitas por muitas pessoas podem gerar um resultado enorme para o meio ambiente.

A palavra de ordem atual é conscientização e coletivo. Pensando nos outros e no todo, cada um terá seu conforto individual. Vamos plantar hoje para colher amanhã?

 

Fonte: http://www.atitudessustentaveis.com.br/





6 de outubro de 2014

Edifícios sustentáveis x Edifícios verdes: afinal, existe diferença?

 

Com certeza você já ouviu falar em edifícios sustentáveis e edifícios verdes. Mas, qual a diferença entre eles? De acordo com estudos de arquitetura e construção sustentável, a classificação de edifício sustentável está mais próxima do conceito de autossuficiência, o que significa que o prédio causa impacto zero no meio ambiente, pois tudo aquilo que consome é compensado pelo que produz ou reutiliza. Na prática, esta classificação se restringe às novas construções, já planejadas desta forma desde a sua idealização.

Já os edifícios que adotam práticas e tecnologias para minimizar os impactos no meio ambiente são considerados edifícios verdes. Vamos explicar: segundo o U.S. Office of the Federal Environmental Executive (OFEE) – instituto responsável pela promoção da sustentabilidade e gestão ambiental das operações do governo americano – prédios verdes são “aqueles que têm maior eficiência no uso de energia, água e materiais, e reduzem o impacto na saúde humana e no meio ambiente por meio de uma melhor localização, projeto, construção, operação, manutenção e gestão de resíduos durante o ciclo de vida do edifício”.

Para serem considerados verdes, os edifícios devem seguir algumas regras e determinações, criando assim uma série de características comuns, como:

  • Uso eficiente de água e energia;
  • Coleta seletiva e gestão de resíduos ativa e eficiente (reciclagem);
  • Aproveitamento de luz natural (solar) e vento;
  • Prioridade para uso de materiais ecologicamente corretos produzidos localmente, com o objetivo de diminuir o gasto com energia necessária para transporte de materiais;
  • Impacto reduzido na região de entorno através da diminuição de emissão de gases de efeito estufa, o que contribui para melhoria na qualidade do ar;
  • Integração dos custos de construção com os custos de operação do edifício ao longo de toda a sua vida útil.

Fonte: http://www.condominiosverdes.com.br/





3 de outubro de 2014

Conheça aplicativos que podem ajudar a criar hábitos mais sustentáveis

Com a evolução da tecnologia hoje há aplicativos para tudo, inclusive para economizar água, eletricidade, combustível… Isso mesmo! Aplicativos que podem dar uma mãozinha para criar hábitos de consumo sustentáveis.

São Paulo vive sua maior crise de abastecimento de água. Em todo o país, a queda no volume de chuvas, que corresponde a 50% da média normal, eleva o risco de racionamento de energia. Por isso, nada mais adequado do que incentivar um consumo mais racional. Uma série de aplicativos pode apoiar você nessa missão, ajudando a combater o desperdício de água, eletricidade, combustível e comida — e, de quebra, a economizar. Veja uma seleção de 10 aplicativos bem bacanas:

Água

Da sua conta – Permite acompanhar seu consumo de água e verificar se ele está próximo do recomendado pela Organização das Nações Unidas — 110 litros por dia por pessoa. Traz dicas para reduzir o uso de água em casa, mas só serve para quem tem hidrômetro próprio. (Sistema operacional: iOS/ Idioma: Português/ Preço: Grátis)

Sai desse banho – Após programar a duração de seu banho para 4, 8 ou 12 minutos, você recebe um alerta quando o prazo termina. O aplicativo, que já tem 12.000 downloads, ainda calcula quanta água foi economizada. (Sistema operacional: iOS/ Idioma: Português/ Preço: Grátis).

Energia elétrica

Eco Charger – Avisa que a bateria está carregada e que o carregador já pode ser retirado da tomada. (Sistema operacional: Android/ Idioma: Inglês/ Preço: Grátis).

Green Outlet – Ao lançar os dados sobre os eletrodomésticos da casa e de quanto tempo ficam na tomada, o consumidor tem um panorama do gasto energético de cada um e pode optar por trocá-los por versões mais eficientes ou deixar alguns ligados por menos tempo. Mas, por ser estrangeiro, o Green Outlet não inclui o chuveiro elétrico, grande vilão do gasto energético no Brasil. (Sistema operacional: iOS/ Idioma: Inglês/ Preço: US$ 0,99).

Combustível

Green Meter – Ajuda a dirigir de forma mais econômica ao avaliar a condução com base nos movimentos do carro, como acelerações ou freadas bruscas. Com isso, o usuário pode definir a velocidade mais eficiente para evitar perda de combustível ou desgaste do veículo. (Sistema operacional: iOS/ Idioma: Inglês/ Preço: US$ 5,99).

Ride Off Carbon – Calcula quanto CO2 você emite rodando de carro, e o quanto pode reduzir de emissões se optar por ônibus, metrô ou bicicleta. (Sistema operacional: Android/ Idioma: Inglês/ Preço: Grátis).

Comida

Leftover-Swap – Ajuda a não desperdiçar comida ao possibilitar que os cadastrados troquem entre si o que sobra na geladeira. Pode ser uma metade de pizza por um pedaço de torta, por exemplo. (Sistema operacional: iOS/ Idioma: Inglês/ Preço: Grátis).

Satisfeito – Lista restaurantes afiliados ao Instituto Alana, onde se pode pedir um prato na versão Satisfeito, com um terço a menos de comida. O valor correspondente é repassado a entidades de combate a fome. (Sistema operacional: iOS/ Idioma: Português/ Preço: Grátis).

Resíduos

Rota da Reciclagem – Informa pontos de coleta seletiva em várias cidades do país, ajudando o consumidor a não entulhar o aterro sanitário com produtos que poderiam ser reaproveitados. (Sistema operacional: iOS/ Idioma: Português/ Preço: Grátis).

Brng.it – A rede social estimula os usuários a recusar artigos descartáveis, criados para virar lixo após um único uso. A comunidade defende que essa mudança de atitude poupa recursos como água e petróleo e preserva o meio ambiente. (Sistema operacional: iOS/ Idioma: Inglês/ Preço: Grátis).

 

Fonte: http://exame.abril.com.br/